Sites Grátis no Comunidades.net Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
QUIMIOTERAPIAS NÃO INVASIVAS - SODRE NETO

 

ASSUNTOS A SEREM TRATADOS NA REUNIÃO COM A PROMOTORIA PUBLICA - SODRE NETO

sodre.siman@gmail.com 31 975352798 whatsapp

 

 

 

 

 

UM DIA, O MONSTRO DE 7 CABEÇAS IRIA SE MANIFESTAR - SODRE NETO

Link: http://fosfoetanolamina.comunidades.net/quimioterapias-nao-invasivas-sodre-neto sodre.siman@gmail.com 31 975352798 whatsapp

>
>>
>>>
>>>>

TODO ano o monstro de 7 cabeças devora milhões de pessoas. :(

Há 10 anos, descobri isso quando estudei muito sobre o câncer que parece matar, ajudado pelo sistema de saúde, que é quase sempre assassino ou 98% ineficiente como revelou as pesquisas ¹ das quimioterapias, como também muitas radioterapias e cirurgias, algumas delas totalmente irresponsáveis e assassinas (outras nem tanto e até positivas ).

Na época fiz muitos artigos em jornais, uma apostila/livro, 40 mil panfletos , quis também fazer um congresso cientifico para denunciar sua existência , fazer uma passeata nas avenidas para protestar contra este monstro mantido pela indústria farmacêutica, hospitalar , pela burocracia convalidatória, e pelo fanatismo pelo método científico, que poucos enxergavam , mas que hoje, através do caso da FOSFOETANOLAMINA, é tão evidente e mostra suas garras e dentes de forma tão clara, fazendo ao vivo e em cores ensanguentadas, o que sempre fez, que foi matar milhões de pessoas a cada ano em todo mundo, se camuflando em nome da ciência, do método, das regras, da lei e da "justiça" entre muitas aspas.

Na época divulguei muito, junto com alguns livros de médicos e cientistas (SCHIREIBER, BELIVEAU, et e tal), que viam de forma semelhante o mesmo monstro , divulguei 11 maneiras que havia pesquisado de se matar células tumorais que não estavam e ainda não estão homologadas pelo sistema oncológico, que beneficia apenas aquilo que dê lucro o bastante para se investir no dispendioso e caro processo de convalidação científica que satisfaz ao mostro de 7 cabeças, que devora milhões de pessoas todo ano como está agora devorando parentes nossas como me relatou ontem de forma dramática a Polyana Borges​ , a respeito de seu pai . Mas meus amigos, se fosse "apenas" casos em oncologia, mas este monstro impede milhares de excelentes soluções em saúde que não pertençam a conjugação de aspectos comerciais que sustentem o caro processo científico já citado. http://doutissima.com.br/2014/01/28/mafia-da-doenca-a-quimioterapia-mata-mais-do-que-o-cancer-denuncia-medico-38414/

Mas enfim, graças ao caso da FOSFOETANOLAMINA, o monstro mostrou suas garras para todos nós , e ele está gritando em alto e bom som , todos agora podem enxergá-lo, desde o mais simples brasileiro até o cientista mais legalista e cegado pelas regras que imperam de forma absolutista . O mostro se manifestou e saiu da camuflagem , e agora se levanta dizendo que ele é quem manda pelejando até mesmo contra deputados e senadores que o querem enfrentar , pois como bem se expressou no programa do ratinho a Bernardete Cioffi​i, Dra Sandra Gulminetti​ (nossa heroína) e aprendi com Dr Durvanei e o Arthur do Butantã que pesquisa incansavelmente no laboratório, a suspensão da fosfoetanolamina para quem estava em tratamento foi CRIMINOSA , pois gera tempo para a célula montar uma resistência que acaba superando e criando vias metabólicas que a tornam ainda mais virulenta, matando muitas pessoas como temos assistido. . O monstro devora. :(

Ele precisa ser abatido, senão continuará matando , ele é sustentado por bilhões de dólares em propinas e comissionamentos, a polícia federal precisa investigar o patrimônio de pessoas da área de saúde e vai descobrir que elas estão alimentando o monstro em troca de grande riqueza que acumularam pelas mãos dele. O Dr morte, preso e condenado nos EUA por receitar de forma leviana as quimioterapias e que acumulou 720 milhões de dólares , será que não existem também no Brasil? http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/07/150709_medico_falso_cancer_eua_rb Será que é apenas em caso de quimioterapias altamente agressivas? Não se faz cirrugias cardíacas ou de outras categorias desnecessárias? Até que ponto todo sistema está apodrecido pelo egoísmo e interesse humano que recebe propinas por fora, via caixa 2, por todo material deixado no hospital em forma de cosignação? Por bom percentual de exames e remédios prescritos? Por que não se aprova aqui no Brasil uma grade curricular em oncologia que trate com quimioterapia não invasiva de primeira instancia ? Porque nossos médicos são trienados a manter este sistema assassino e ineficiente de coisas?

Os políticos precisam estudar muito e ouvir muitos cientistas que já alardeavam a respeito , sem serem ouvidos , para poderem enfrentar este monstro que ainda possui muitos bons argumentos para continuar vivo e matando milhões de pessoas por ano . Os ratos do sistema de saúde devem ser destelhados , devemos descobrir o que andam fazendo e em que esgoto andam buscando seu sustento.

Busquei por uma solução , uma arma poderosa para destruir este poderoso monstro ideológico camuflado por jaleco branco, gestos suaves , palavras científicas , leis malditas e justiça injusta.

Busquei.

Diante da conturbada e tensa Assembleia Legislativa dia 16 de dezembro de 2015, dirigida pelo Deputado Rafael Silva, com participação de muitos outros médicos e deputados , e cientistas como Dr Durvanei Maria​. Dr Gilberto, Marcos Vinicius, Edson, Renato Meneguelo​ e o Dr Paulo Hoff da ANVISA, que demonstrou ser bastante inocente do tipo de monstro que ele mesmo serve , provavelmente sem saber, onde todos patinavam em torno de soluções que eram impedidas de livrarem da morte iminente milhares de pessoas revoltadas pela suspensão do uso compassivo da Fosfoetanolamina. Tentei debater com o Dr Paulo Hoff no meio da tensa rejeição de sua declaração de que em 6 meses estaria aprovada a fosfoetanolamina se ela demonstrasse eficiência em 20% , pois nem 6 meses a gente pode esperar, repetindo o que o Dr Gustavo Vilela destacou da legislação alemã que liberava na forma de suplementos medicamentos não convalidados que não eram tóxicos, e ele "rebateu" declarando que o Brasil segue uma das mais criteriosas legislações de fármacos da ONU e que portanto estaria mais ideal que a prórpria alemanha!! Lembrei do 7 x 1 . Inevitável.

Enfim estamos agora diante do monstro , e apresento uma estratégia : A conjugação de testes clinicos fase 1, 2 e 3 a uma pós graduação em oncologia de quimioterapias não invasivas de primeira instância, gerenciadas por um aplicativo de celular , como meio de se expulsar e matar de vez o monstro de 7 cabeças do Brasil e quem sabe do mundo. http://fosfoetanolamina.comunidades.net/quimioterapias-nao-invasivas-sodre-neto

Se esta arma não der certo, que venham outras ou que se aprimore a mesma , mas uma coisa é certa , mais de 100.000 mortes haverá se não fizermos alguma coisa para abatê-lo.

Se deixarmos ele ainda vivo , matando e desgraçando a pequena vida de todos nós , perderemos esta tão extravagante chance , se apenas permitirmos que ele libere a fosfoetanolamina ele continuará matando em outras áreas , em muitosd outros exemplos.

É preciso enxergar o monstro e matá-lo .

CALAMIDADE PÚBLICA EM RELAÇÃO À ONCOLOGIA NO BRASIL: 100.000 MORTES /ANO E 98% DE INEFICIÊNCIA NOS TRATAMENTOS

INOVAÇÕES CIENTÍFICAS IMPEDIDAS POR BUROCRACIA CONVENIENTE
A ELIMINAÇÃO DE CONCORRENTES DAS GRANDES FARMACÊUTICAS

URGENTÍSSIMA PROPOSTA DE UMA NOVA.PÓS GRADUAÇÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA , EM ONCOLOGIA NÃO INVASIVA DE BAIXO RISCO E PRIMEIRA INSTÂNCIA

TORNAR ESTA PÓS GRADUAÇÃO VINCULADA A DETERMINADOS ESTUDOS PROMISSORES QUE JÁ PASSARAM POR FASES PRÉ-CLÍNICAS

PARA ESTUDOS PATENTEADOS NEGOCIAR PERCENTUAL DE PARTICIPAÇÃO DAS PARTES

DESCRIÇÃO DO PROBLEMA

Ocorrem 100 mil mortes ligadas ao câncer por ano, só no Brasil,, sendo que boa parte destas mortes são decorrentes não do câncer em si, mas da metodologia de tratamento tradicional adotada, denunciada como tendo em torno de 98% de ineficiência por dois estudos publicados em revistas especializadas em oncologia[i], sendo um dos autores professor de oncologia médica por 25 anos. Ao mesmo tempo, temos milhares de descobertas científicas de tratamento que não estão homologadas por faltarem fases clínicas de alto custo, mas que poderiam verificar a eficiência destas novas abordagens. A falta de registro impede a comercialização destas novas substâncias deixando a população e o governo a cargo de altos custos atrelados à alta ineficiência dos métodos já homologados. Devido a tal quadro, estudos apontam desinteresse em oncologia em quase todas as faculdades de medicina [ii] e, quando possuem tal especialização, se ensina quase apenas os tratamentos tradicionais .

POSSÍVEIS SOLUÇÕES, O TEMPO ENVOLVIDO E A MORTALIDADE SOB ANTIGOS MÉTODOS

As milhares de soluções em oncologia que se apresentam na ciência carecem de muitos anos de testes clínicos, estando muitas já com testes pré-clínicos prontas, estando impedidas pelos altos custos e tempo das fases seguintes. Enquanto isso, milhares de pessoas estão morrendo com os sistemas já aprovados.

Diante disto, nos vemos diante de uma situação que nos exige propor solução urgente que busque dialogar ao máximo com as exigências metodológicas na aprovação de medicamentos e protocolos ligados ao câncer e a outras doenças, destinado a atuar onde os tratamentos existentes representem maior risco que inovações promissoras, e eliminar burocracias que estejam impedindo os benefícios da pesquisa de chegar aos pacientes, médicos e pesquisadores.

SOLUÇÃO ACADÊMICO-HOSPITALAR EM ONCOLOGIA NÃO INVASIVA DE PRIMEIRA INSTÂNCIA COMO TESTES CLÍNCOS - BRASIL NA FRENTE

Cada instituição hospitalar, acadêmica ou laboratorial, cada médico e cada paciente deverão estar inscritos no programa PGONIPI onde preencherão formulários atendendo demandas simplificadas do CONEP e ANVISA, para participarem dos testes clínicos vinculados a pós graduação em oncologia não invasiva.

Separamos , a título de exemplo, 10 abordagens novas oncológicas que já passaram por testes pré-clínicos que se apresentam como promissoras para que sejam convalidadas junto com a graduação de médicos e participantes do processo científico das mesmas. São elas: (*** sugestões hipotéticas)

1. Fosfoetanolamina sintética
2. Método do Dr Ornish
3. Restrição calórica e Embolia de próstata (HC)
4. Antioxidantes , nutracêuticos e suplementos alimentares
5. Alloe vera
6. Aveloz
7. Oriço do mar
10. A14

Que se estabeleça em todo país um programa curricular de "abordagens quimioterápicas não invasivas de primeira instância", onde esta pós graduação dê atribuição e competência ao médico e ao mesmo tempo, forneça protocolos que se identifiquem com testes clínicos fase 1,2 e 3 , para diversos casos de pesquisa inovadora não invasiva incluindo a fosfoetanolamina.

 

PROPOSTA FINAL

 

 

1 CONSIDERANDO haver carência nas faculdades brasileiras estudo em oncologia geral , e quase inexistência de graduação em oncologias de quimioterapias não invasivas de baixo risco e de primeira instância

2 CONSIDERANDO que quando há tais estudos , eles estão ensinando quase que apenas abordagens quimioterapias invasivas tradicionais, impedindo o oncologista de poder atuar naquilo que há de mais moderno em termos de pesquisa oncológica

3 CONSIDERANDO termos na literatura milhares de abordagens não invasivas , de baixíssima toxidade em relação aos métodos usuais homologados

4 CONSIDERANDO que tais estudos já terem passados por testes pré clínicos e clínicos em outros países mais adiantados na pesquisa em oncologia

5 CONSIDERANDO que diversas resoluções do conselho Federal de medicina admitirem os benefícios de antioxidantes e ortomolecularidade como linhas inovadoras agora parcialmente aceitas como práticas médicas seguras [iii]

6 CONSIDERANDO Estudos publicados em revistas especializadas de oncologia admitirem o fracasso e ineficiência em torno de 98% da metodologia de abordagem vigente com emprego de quimioterapias tradicionais

7 CONSIDERANDO Estarmos todos debaixo de um sistema financeiro de comissionamento , propinas , corrupções e resgates de altos investimentos nos processos convalidatórios de drogas quimioterápicas de alto risco , para que tais tipos de tratamento ineficientes em 98%, continuem e não sejam desapossados de seu direito legal para serem administrados

8 CONSIDERANDO Termos só no Brasil , 100.000 mortes por ano ligadas ao câncer , onde muitos destes óbitos não são devidos ao câncer , mas ao programa agressivo de tratamento

PROPOMOS

Que haja em todo país a autorização para testes clínicos fase 3, em toda e qualquer hospital, universidade ou faculdade , que oferecerem especialização em "oncologia não invasiva de primeira instância " (conforme grade curricular descrita abaixo) para que haja experimentação e convalidação de tais metodologias de abordagens oncológicas , atendendo desde já o maior número de pacientes.

Que se estabeleça programa curricular para especializar médicos no sentido de poderem usar tais inovações no tratamento no processo convalidatório de fármacos e protocolos inovadores oncológicos descritos aqui.

(***A grade curricular para tal especialização tenho já em mente e vou aos poucos elaborando , e pesquisando nos grandes centros de pesquisa , o que andam fazendo para incorporar)

NOVAS INFORMAÇÕES DA FOSFOETANOLAMINA

A fosfoetanolamina é um precursor de fosfolipideo, ao ser administrada via oral é absorvida, e vai para o citoplasma das células. As células normais não receptam senão baixa quantidade, as células em estado de multiplicação, como as células tumorais , absorvem rapidamente enormes quantidades e ficam stressadas , gerando alertas que a induzem a apoptose..em seguida os macrófagos chegam e dissolvem o material morto.

A toxidade da fosfoetanolamina é baixíssima, enquanto do CAELYX que apenas contem a fosfo é altíssima.

O preço da fosfo é R$ 0,10 centavos a capsula e do CAELYX , 2ml injetável, custa R$ 3.126,30 . Parte deste dinheiro , talvez 40%, vai para o bolso de quem o receitou , donos de clinicas, chefes de compra, etc

Existem 10.000 pesquisas de ponta para se tratar cânceres de todos os tipos, que estão engavetadas pela dispendiosa burocracia demonstrativa, que é mantida por um sistema que não facilita sua convalidação e registro , mas impõe um turbilhão de exigências contendo milhões de dólares de gastos que acabam por favorecer apenas pesquisas rentáveis que darão retorno proporcional aos gastos .

Esta é a razão pela qual muitos remédios e protocolos bons já demonstrados de diversas formas como fosfoetasnolamina, com centenas de publicações algumas contendo testes clinicos com dezenas de pacientes , não estão nas prateleiras da farmácia, nem junto material consignado nos hispitais como ampolas assassinas, e muito menos nas aprovações dos orgãos reguladores .
Enquanto isso ficamos com a quimioterapia tradicional 98% ineficiente em salvar e 98% eficiente em matar e sequelar pessoas, conforme pesquisa divulgada em revista especializada em oncologia (*** uma delas tendo participação de professor de oncologia a 25 anos na austrália)

REFERÊNCIAS
http://www.icnr.com/articles/ischemotherapyeffective.html

http://www.australianprescriber.com/magazine/29/1/2/3

Na alemanha ciência boa é a ciência que funciona, mas no Brasil somente aquela que passou por burocracias demonstrativas , mesmo que seja ineficiente ou nociva (haja visto registro para diversos venenos)

Na alemanha, europa e EUA, quando um fármaco ainda não passou pelos longos processos demonstrativos , eles são vendidos como suplementos com rótulo avisando da responsabilidade do consumidor, aqui no Brasil só proibição cega, ditatorial e fabricadora de transgressores .

Temos solução a apresentar , mas enquanto isso centenas de pessoas estão morrendo , portanto , pedimos que entrem nesta luta por uma REVOLUÇÃO NO CFM, ANVISA E ORGÃOS reguladores para que cessem o genocidio em nome da lei

A maior desculpa para se matar e sequelar com quimioterapia em nome da saúde , é que pode acontecer do câncer crescer rapidamente .

Mas....

Se houver uma dieta anti inflamatória, remédios anti inflamatórios , terapias psicológicas, sonoterapias , antioxidantes , água alcalina, exercícios que suam, restrições calóricas e jejuns, etc

E se evitar fatores pró inflamação como stress, leite, açúcar , gorduras , sedentarianismo, etc

É 1000 vezes mais provável que o câncer seja inibido , permitindo então diversas abordagens menos arriscadas e seguras como FOSFOETANOLAMINA

*** Para maiores detalhes técnicos desta informação basta saber que são os processos inflamatórios que precedem a multiplicação celular e os processos anti inflamatórios que inibem

Centenas de milhares de pessoas são MORTAS com esta desculpa JÁ REFUTADA em quase 100% dos casos, caso se aplique os procedimentos anti-inflamatórios. no mundo milhões
.
.
.

REFERÊNCIAS

QUIMIOTERAPIA INVASIVAS 98% INEFICIENTE E ASSASSINA
http://www.icnr.com/articles/ischemotherapyeffective.html
http://www.australianprescriber.com/magazine/29/1/2/3
http://doutissima.com.br/2014/01/28/mafia-da-doenca-a-quimioterapia-mata-mais-do-que-o-cancer-denuncia-medico-38414/

TRATAMENTOS NÃO INVASIVOS PARA O CANCER
http://www.docs-engine.com/pdf/1/DAVID-SERVAN-SCHIREIBER.html
http://www.docs-engine.com/pdf/1/richard-beliveau.html
http://www.narayana-verlag.de/homoeopathie/pdf/Krebszellen-moegen-keine-Himbeeren-Das-Kochbuch-Richard-Beliveau-Denis-Gingras.05415_3Rezepte.pdf

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.938/2010 http://www.portalmedico.org.br/resolucoes/CFM/2010/1938_2010.htm

FOSFOETANOLAMINA
http://www.nature.com/cdd/journal/v22/n3/full/cdd2014219a.html

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23931426

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23931426

http://www.google.com/patents/WO2011095353A1?cl=en

http://www.amazon.com/Phosphoethanolamine-Phosphocholine-Phosphatase-Recombinant-Phospho1/dp/B00KCVH1P4

http://fosfoetanolaminalivre.blogspot.com.br/

"Evidenciamos que numa amostra de 110 faculdades de medicina,70% delas não apresentam a disciplina de oncologia na grade curricular. Nas 33 faculdades de medicina que possuem a disciplina,7 delas possuem-na apenas como optativa. http://www.sboc.org.br/app/webroot/Site_RBOC_OFICIAL/pdf_edicao_29/artigo3.pdf

http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u15492.shtml

Alimentos contra o Cancer - Richard Beliveau & Denis Gringas - Livro baseado em amplas pesquisas publicadas na Nature

http://wp.ufpel.edu.br/patogeralnutricao/files/2013/05/Resposta-Inflamatória-Parte-2.pdf

Anticancer - David Servan Schireiber

 

[i]http://www.icnr.com/articles/ischemotherapyeffective.html

http://www.australianprescriber.com/magazine/29/1/2/3

 

[ii] "Evidenciamos que numa amostra de 110 faculdades de medicina,70% delas não apresentam a disciplina de oncologia na

grade curricular. Nas 33 faculdades de medicina que possuem a disciplina,7 delas possuem-na apenas como optativa. http://www.sboc.org.br/app/webroot/Site_RBOC_OFICIAL/pdf_edicao_29/artigo3.pdf

[iii] RESOLUÇÃO CFM Nº 1.938/2010 http://www.portalmedico.org.br/resolucoes/CFM/2010/1938_2010.htm

http://www.nature.com/cdd/journal/v22/n3/full/cdd2014219a.html

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23931426

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23931426

http://www.google.com/patents/WO2011095353A1?cl=en

http://www.amazon.com/Phosphoethanolamine-Phosphocholine-Phosphatase-Recombinant-Phospho1/dp/B00KCVH1P4

http://fosfoetanolaminalivre.blogspot.com.br/

http://www.icnr.com/articles/ischemotherapyeffective.html
http://www.australianprescriber.com/magazine/29/1/2/3

"Evidenciamos que numa amostra de 110 faculdades de medicina,70% delas não apresentam a disciplina de oncologia na grade curricular. Nas 33 faculdades de medicina que possuem a disciplina,7 delas possuem-na apenas como optativa. http://www.sboc.org.br/app/webroot/Site_RBOC_OFICIAL/pdf_edicao_29/artigo3.pdf
RESOLUÇÃO CFM Nº 1.938/2010 http://www.portalmedico.org.br/resolucoes/CFM/2010/1938_2010.htm

[1]http://www.icnr.com/articles/ischemotherapyeffective.html

http://www.australianprescriber.com/magazine/29/1/2/3

 

[1] "Evidenciamos que numa amostra de 110 faculdades de medicina,70% delas não apresentam a disciplina de oncologia na

grade curricular. Nas 33 faculdades de medicina que possuem a disciplina,7 delas possuem-na apenas como optativa. http://www.sboc.org.br/app/webroot/Site_RBOC_OFICIAL/pdf_edicao_29/artigo3.pdf

[1] RESOLUÇÃO CFM Nº 1.938/2010 http://www.portalmedico.org.br/resolucoes/CFM/2010/1938_2010.htm

http://www.nature.com/cdd/journal/v22/n3/full/cdd2014219a.html

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23931426

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23931426

http://www.google.com/patents/WO2011095353A1?cl=en

http://www.amazon.com/Phosphoethanolamine-Phosphocholine-Phosphatase-Recombinant-Phospho1/dp/B00KCVH1P4

http://fosfoetanolaminalivre.blogspot.com.br/

http://www.icnr.com/articles/ischemotherapyeffective.html
http://www.australianprescriber.com/magazine/29/1/2/3

"Evidenciamos que numa amostra de 110 faculdades de medicina,70% delas não apresentam a disciplina de oncologia na grade curricular. Nas 33 faculdades de medicina que possuem a disciplina,7 delas possuem-na apenas como optativa. http://www.sboc.org.br/app/webroot/Site_RBOC_OFICIAL/pdf_edicao_29/artigo3.pdf
RESOLUÇÃO CFM Nº 1.938/2010 http://www.portalmedico.org.br/resolucoes/CFM/2010/1938_2010.htm

http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u15492.shtml